ORIENTAÇÕES NUTRICIONAIS

Intestino Preguiçoso

Introdução
Comumente, o intestino preguiçoso é também conhecido pelos nomes: intestino preso, prisão de ventre, ressecamento intestinal, que traduzem o atraso do trânsito intestinal, e na nomenclatura médica é definido como Constipação Intestinal.

Definição

A Constipação Intestinal é uma condição na qual:
1- Ocorre menos de 3 evacuações por semana com uma dieta rica em resíduos.
2- - Mais de 3 dias consecutivos sem evacuação
3- As fezes evacuadas em um dia totalizam menos que 35g( o normal a ser eliminado por dia seria cerca de 130g)
A incidência da constipação intestinal é freqüente, cerca de 40% dos pacientes que vão ao consultório, sendo que afeta principalmente o sexo feminino.
Causas
A Constipação Intestinal ocorre devido a:
- Dificuldade do indivíduo de estabelecer um horário regular para a evacuação
- ausência de fibra alimentar na dieta
- ingestão insuficiente de líquidos durante o dia
-perda do tônus da musculatura intestinal
- utilização crônica de laxativos
- o estresse pode agravar a constipação
Sintomas
Os sintomas provocados por essa irregularidade funcional são diversos: dores ou cólicas intestinais, sensação de abdome estufado, dor de cabeça, peso na barriga, tontura e alteração na pele.
Tratamento
O tratamento da Constipação Intestinal requer mudanças de hábitos como: Reeducação Alimentar, ingestão de cerca de 2 a 3 litros de líquidos por dia( água, sucos e chás), exercícios físicos regulares( para aumentar o tônus da musculatura abdominal), estabelecer um horário regular para evacuar e respeitá-lo.
O cuidado nutricional é fundamental para o restabelecimento do trânsito intestinal, e uma dieta balanceada deve ter cerca de 25 a 30g de fibras por dia, vindos dos seguintes alimentos: (grãos, frutas fibrosas como maçã, pêra, mamão, banana prata), folhosos e carboidratos integrais(pão, arroz, macarrão...)
O café da manhã deve ser iniciado com um copo de água e um suco de fruta(laranja, mexerica, ou uma mistura de frutas), em seguida, uma fruta que pode ser escolhida conforme a preferência do paciente( mamão, laranja, melancia, abacaxi, maçã, pêra). A ingestão de 3 a 4 ameixas pretas é bastante efetiva. A seguir, outros alimentos conforme o gosto pessoal, leite, queijos, pão integral, iogurte. A primeira refeição deve ser bem reforçada para estimular o reflexo gastrocólico( é o reflexo que ocorre quando o alimento chega ao estomago impulsionado o intestino a funcionar). No almoço, como rotina, começar com uma salada mista, temperada com azeite de oliva extra-virgem. Sempre incluir uma porção de legumes e verduras. Na sobremesa, incluir frutas, especialmente com bagaço. Lanche: suco de frutas, fruta, líquidos durante o dia. O jantar segue as mesmas recomendações do almoço com moderação para o tamanho das porções. À noite, na ceia, deve ficar estabelecido suco de frutas ou fruta. Refeições com horários regulares estimulam o funcionamento intestinal.
Tratamento medicamentoso
A constipação intestinal é tratada pelo desenvolvimento de hábito através de um programa de treinamento intestinal e o estabelecimento de bons hábitos de saúde como refeições regulares, dieta adequada fornecendo amplamente fibras, tempo regular para a eliminação, descanso, relaxamento, ingestão adequada de líquidos e atividades físicas regulares. E além desse suporte, pode ser dado um apoio com medicamentos que estimulam o peristaltismo intestinal, até que a alimentação, feita adequadamente, seja suficiente para a normalização do hábito intestinal. Porém, os laxantes irritantes da mucosa intestinal devem ser evitados ou progressivamente descontinuados já no início do tratamento, pois as drogas indicadas devem respeitar a fisiologia intestinal e não agredir a mucosa intestinal. Dessa forma, somente o médico poderá indicar as medicações a serem utilizadas sem maiores danos para o paciente. A auto-medicação deve ser desestimulada.
Complicações da Constipação Intestinal
A principal complicação é o desenvolvimento de fecaloma( armazenamento de fezes endurecidas no intestino grosso) que pode levar a um quadro de obstrução intestinal,úlcera retal, retenção urinária e incotinência fecal com diarréia paradoxal.

Dra. Márcia Alexandra Martins CRM 3625 – MS
Especialista pela Sociedade Brasileira de Psiquiatria
Especialista pela Sociedade Brasileira de Nutrologia

Atenção: as informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, o médico deverá ser consultado.

 

 
VOLTAR
CLINíCA ACTIVITé © 2016